• Home
  • Blog
  • Saiba como montar uma sala de treinamento funcional

Saiba como montar uma sala de treinamento funcional

Blog

Ter um ambiente adequado e próprio para integração de novos funcionários ou especialização dos colaboradores é fundamental para alcançar bons resultados. Seja através de treinamentos, palestras, workshops ou até mesmo reuniões, esse ambiente chama cada vez mais a atenção de startups, micro e grandes empresas pois são pensadas estrategicamente para preparar e capacitar pessoas e, consequentemente, melhorar a qualidade do serviço aumentando a competitividade no mercado corporativo.

Investir numa sala de treinamento significa investir na melhoria da execução dos processos e rotinas, tornando-se uma ferramenta capaz de disseminar a cultura da empresa e aumentar a motivação e engajamento da equipe. Com essa estratégia é possível mostrar como a capacitação faz diferença para aqueles que buscam melhores oportunidades, além de oferecer trocas de experiências e um momento de interação bastante produtivo.

Ter uma sala de treinamento definida, além de passar uma boa impressão, também é muito importante para atrair e reter a atenção dos participantes direcionando seus pensamentos para aquilo que está sendo transmitido. Um ambiente com design moderno e todos os equipamentos necessários, permite aos gestores focar toda sua atenção na preparação do conteúdo e transmitir suas ideias de forma clara e sucinta.

É imprescindível que os profissionais escolhidos para fazer o treinamento tenha uma boa didática e experiência naquilo que se propõe. Mas para ajudá-lo a sala precisa estar equipada com tudo que seja preciso, de forma a aumentar a concentração e evitar distrações dos ouvintes. Calor, falta de espaço e iluminação, aparelhos eletrônicos com defeito e ruídos sonoros podem causar desconforto e influenciar negativamente no debate.

Dicas para montar uma sala de treinamento funcional

Tendo em vista sua importância, reunimos algumas dicas fundamentais para você conseguir montar uma sala de treinamento funcional, com uma estrutura que aproveite cada metro quadrado disponível.

Espaço

Muitas empresas acabam se apropriando das salas de reunião para realizar os treinamentos, mas ter um espaço adequado para esse fim faz toda diferença. Antes de começar a montar sua sala de treinamento, alguns pontos importantes devem ser observados: a periodicidade em que essa sala será usada bem como a quantidade de pessoas (contando com o instrutor) que estarão presentes, a localização, dentro ou fora da empresa, iluminação e climatização necessária e, é claro, privacidade. Uma sala de treinamentos não pode sofrer interferência exterior nem atrapalhar a rotina da empresa.

Caso não haja um local disponível ou com o tamanho ideal para realizar os treinamentos, existe a possibilidade de locar um espaço multifuncional, sendo uma saída flexível, barata e vantajosa. Há muitas empresas especializadas em oferecer soluções em salas de treinamento, tendo disponibilidade, equipamentos e uma equipe pronta para organizar e ajudar em tudo que for preciso.

Mobiliário

Escolher móveis de qualidade e que sejam ao mesmo tempo versáteis é de extrema importância para ter uma sala mais completa. Sempre priorize o conforto das pessoas pois elas irão passar algumas horas sentadas ali e ter um mínimo de desconforto que seja pode prejudicar o aprendizado ou a absorção das informações transmitidas.

As cadeiras ergonômicas com encosto reclinável são mais indicadas pois ajudam a corrigir a postura de acordo com a necessidade, e, somada com braços reguláveis, podem contribuir com o conforto do usuário.

Cadeiras empilháveis são muito úteis pois são facilmente remanejáveis, o que possibilita utilizar o espaço para outras atividades também.

Os modelos que possuem pranchetas são fixos e não permitem tanta mobilidade, sendo usados mais em treinamentos que têm um maior número de participantes. Tanto as pranchetas quanto as mesas são usadas somente quando o treinamento exige que as pessoas tenham que apoiar alguma coisa sobre elas.

Equipamentos e conexões

Atente-se com os equipamentos e conexões indispensáveis para o seu treinamento. Faça um checklist e confira se todos estão funcionando perfeitamente antes de iniciar. Televisão, projetor, caixas de som, cabos, tomadas acessíveis, um computador ou vários que tenham acesso a uma boa internet, wi-fi, ar condicionado, um quadro branco para anotações do instrutor, banheiros e bebedouros próximos a sala são alguns pontos que merecem atenção, principalmente se o local for alugado.

Decoração

A decoração de uma sala de treinamento é tão importante quanto todos os itens citados acima pois permite deixar o ambiente mais convidativo através de cores mais sóbrias, como o cinza, azul e o branco. Essas cores transmitem uma sensação de calma, leveza e confiança.

Considerando que o ambiente seja bem iluminado, naturalmente ou não, opte por cortinas que impeçam somente a entrada da luz excessiva que atrapalha a visão de quem se encontra ali.

Objetos frágeis na decoração não são aconselháveis, pois, um descuido ou esbarro que ocasione uma quebra pode roubar a atenção e atrapalhar o andamento do treinamento.

Formato das salas de treinamento

Além da estrutura, um fator a ser considerado é o formato da sala. Esse precisa estar alinhado com os objetivos do treinamento, por isso existem estilos diferentes para a organização da sala. Dentre os principais estão o auditório, escolar, espinha de peixe, “u” e mesa redonda.

Auditório

Auditório

O formato auditório possui somente cadeiras que ficam alinhadas e voltadas para um palco onde se encontra o instrutor. São mais usadas em palestras e permitem que um maior número de pessoas participe.

Escolar

Escolar

Para ocasiões onde os participantes necessitem usar pranchetas, laptos ou cadernos para realizar algum tipo de exercício ou anotações o indicado é o formato escolar pois esse possui cadeiras com pranchetas ou mesas de apoio alinhadas e direcionadas também para o instrutor.

Espinha de peixe

Espinha de peixe

O formato onde as mesas e cadeiras se encontram na diagonal em relação ao corredor central é chamado de espinha de peixe. Esse estilo permite que os participantes tenham uma melhor visualização do interlocutor e interajam entre si.

“U”

Imagem 4 - U

O estilo de sala em “u” como o próprio nome sugere é formado por mesas e cadeiras que conectadas formam um semicírculo que lembram a letra “u”. Uma das extremidades fica aberta e é aqui onde o treinador se posiciona. Esse estilo é muito usado em workshops ou eventos corporativos internos, quando há a necessidade de maior interação entre os ouvintes, mantendo o contato visual entre todos. Ao mesmo tempo, as mesas servem de apoio para os materiais utilizados no treinamento. Cabe frisar que não é aconselhável ter muitas pessoas pois pode aumentar a distância entre elas.

Mesa redonda

Imagem 5 - Mesa redonda

A sala de treinamento que possui mesas redondas lembra muito uma sala de reuniões e é indicada para aqueles momentos onde pretende-se discutir sobre um tema ou conteúdo específico, onde geralmente há um moderador que garante a participação de todos. Traçar ideias, planejamentos, estratégias ou até mesmo promover jogos interativos onde os participantes se dividem em grupos são alguns dos objetivos desse formato.

Uma sala de treinamento funcional bem planejada pode evitar gastos futuros e desnecessários, seja com estrutura ou adaptação de local e/ou formato. Se está precisando montar uma sala de treinamento funcional fale com a La Mobili. Tenha a certeza que poderemos te ajudar!

Receba promoções e novidades em seu e-mail